A VIDA É UMA GRANDE “REDE” INTERDEPENDENTE

A VIDA É UMA GRANDE “REDE” INTERDEPENDENTE

Deus é vida e assim TODA a vida e TODAS AS VIDAS, tomadas individualmente provém do único e mesmo Deus que é FONTE de onde tudo emana.

Somos muito acostumados a olhar CADA VIDA, isto é, CADA SER VIVO individualmente e isso não é errado porque realmente cada vida é ÚNICA, mas NÃO PODEMOS TER APENAS ESTE OLHAR PARTICULARIZADO DA VIDA.

A VIDA É UM TODO MAIOR ONDE CADA VIDA PARTICULAR DEPENDE DE TODAS AS OUTRAS VIDAS.
Embora isso já seja de conhecimento teórico há muito tempo, ganhou uma nova dimensão depois da Carta Encíclica Laudato Si, do Papa Francisco.

Quando é que alguém poderia imaginar um Papa da Igreja Católica fizesse tal afirmação?

Pois eu, devido os trabalhos que tenho na CNBB, tive a graça de estar na Bolívia, participando de II Encontro Mundial dos Movimentos Populares com o Papa Francisco e OUVI PESSOALMENTE ELE CHAMAR A ATENÇÃO SOBRE ESTA VISÃO GLOBAL QUE DEVEMOS TER, PARA TODOS OS PARTICIPANTES E DIANTE DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DO MUNDO INTEIRO QUE LÁ ESTAVAM FAZENDO A COBERTURA JORNALÍSTICA.

Ele nos deixou claro que A VIDA É COMO UMA GRANDE REDE E QUE UMA NÃO PODE VIVER SEM A OUTRA E SEM TODAS AS OUTRAS VIDAS INDIVIDUAIS.

Zelar da VIDA HUMANA necessariamente é zelar de toda a vida e de todas as vidas.

Se matamos as árvores, colocamos em risco a sobrevivência da VIDA DO PLANETA E NO PLANETA; Se matamos ou envenenamos as águas com os lixos e agrotóxicos ou estercos de bovinos, suínos e aves, estamos colocando em risco, além da saúde humana, todas as outras vidas que dependem e tem direito de água limpa; Se MATAMOS AS ABELHAS que, por sinal já estão em risco de extinção, colocamos em risco toda a produção de flores e frutos das matas, do cerrado, dos vegetais alimentares; Se matamos as sementes originais e passamos para as modificadas geneticamente, além de ficarmos presos nas mãos dos grupos econômicos que controlam toda a produção alimentar, nos envenenaremos; Se matamos os micro organismos, colocamos em colapso total a vida que depende desses seres que nem conseguimos ver a olho nu; Se jogamos os esgotos nos rios e oceanos estamos matando toda a fauna e flora marítima e de onde já tiramos grande parte da alimentação humana, mas que no futuro bem próximo será nossa maior ou principal fonte de recursos; Se desequilibramos pela ação predatória os climas, aquecemos as águas dos oceanos e isso mudará todos os ciclos das chuvas e secas e atingirá não somente as vida humana, mas todas as vidas, mesmo aquelas que vivem nas profundezas dos mares; e assim poderíamos enumerar milhares de outros exemplos.

Sempre que RASGAMOS esta REDE DA VIDA MACHUCAMOS O PRÓPRIO DEUS, FONTE DE TODA A VIDA.

Tomar consciência da necessidade de proteger a vida e de cada vida particularizada, mas também da vida interdependente e partir definitivamente para UM NOVO COMPORTAMENTO, uma NOVA AÇÃO CUIDADORA, É NOSSA OBRIGAÇÃO PARA VIVERMOS O MANDAMENTO DO AMOR.

Uma vida sempre se alimentará de outras vidas, esta é a LEI da NATUREZA e quando é para ALIMENTO não é violência, mas sempre que o fazemos movidos pela ganância, pela sede do enriquecimento; pela geração do capital pelo capital, É PECAMINOSO E É AUTO DESTRUIÇÃO, É SUICÍDIO E ASSASSINTO NÃO SOMENTE DE HUMANOS, MAS DA VIDA, DOM DE DEUS.

+ Guilherme Antonio Werlang Werlang

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *