Em julho, Goiânia sediará 11º Mutirão Brasileiro de Comunicação

0
61

De 18 a 21 de julho, Goiânia se tornará a Cidade da Comunhão com a realização do 11º Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom), evento promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e realizado pela Arquidiocese de Goiânia.

“Comunicação, Democracia e Responsabilidade Social”, é o tema central em torno do qual será organizada uma “cidade”, no Centro Pastoral Dom Fernando, em Goiânia, com trilhas do conhecimento, baseadas nos três eixos temáticos, com palestras simultâneas, grandes conferências centrais, como nomes como dos jornalistas João Paulo Charleaux, repórter especial do Nexo Jornal, e Nilson Klava, da Globo News.

Realizado desde 1998, o Muticom reúne comunicadores, profissionais, pesquisadores, agentes de pastoral e autoridades da Igreja e civil para refletirem, conjuntamente, sobre a democratização e as políticas de comunicação, as perspectivas das relações entre a Igreja Católica, a sociedade brasileira e a cultura contemporânea no campo da Comunicação Social. A edição 2019 também recebe o 1º Encontro de Comunicadores da Signis Brasil Jovem.

Para dom Levi Bonatto, bispo auxiliar de Goiânia e presidente da comissão organizadora do 11º Muticom, é uma alegria e um desafio para a Arquidiocese de Goiânia sediar o Mutirão Brasileiro de Comunicação. “As reflexões em torno da Comunicação, Democracia e Responsabilidade Social são de extrema importância para a sociedade; esse ambiente de diálogo entre Igreja, comunicadores e acadêmicos enriquece a experiência e possibilita crescimento e aprendizado para todos. De acordo com indicação do Papa Francisco, é essencial que criemos pontes entre as pessoas nas diversas realidades”, afirmou dom Levi.

A decisão de acolher o evento foi do arcebispo metropolitano, dom Washington Cruz, e a missão foi assumida publicamente no encerramento do 10º Muticom, em Joinville (SC), em 2017, quando dom Levi Bonatto, bispo auxiliar, recebeu, em nome da Arquidiocese de Goiânia, o símbolo do Muticom.

A mobilização em torno do Muticom começou desde o mês de abril deste ano, quando teve início um passeio com o símbolo do evento pelas dioceses do regional Centro-Oeste. Aproveitando a articulação dos agentes da Pastoral da Comunicação, estão sendo realizados ao longo de 2018 e primeiro semestre deste ano os chamados “Mutirões Diocesanos”.

O jornalista do Jornal Nexo, João Paulo Charleaux será um dos conferencistas no 11º Mutirão Brasileiro de Comunicação. Segundo ele, em 2019, é preciso falar especificamente sobre jornalismo. “Precisamos dar respostas àqueles que ainda não entendem a importância da imprensa para a democracia. Em toda democracia liberal, os jornalistas cumprem o papel fundamental de acompanhar, fiscalizar e questionar o poder público de maneira crítica. Repórteres fazem isso na defesa do interesse de toda a sociedade”, disse.

A conferência de abertura será proferida pelo pesquisador e doutor Moisés Sbardelotto e trará a reflexão Midiatização e responsabilidades na Igreja e no Mundo. Sbardelotto é bastante conhecido por suas pesquisas publicações na área de religião e mídia, além da participação nos eventos promovidos pela Igreja Católica. É autor de “E o Verbo se fez rede: religiosidades em reconstrução no ambiente digital” (Paulinas, 2017) e de “E o Verbo se fez bit: A comunicação e a experiência religiosas na internet” (Santuário, 2012), além de mais de uma centena de artigos para diversas publicações. Foi membro da Comissão Especial para o “Diretório de Comunicação para a Igreja no Brasil”, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

As demais conferências serão proferidas pelo professor doutor Ciro Marcondes Filho, professor da ECA-USP e criador da Nova Teoria da Comunicação; pelo professor Wolmir Amado, reitor da PUC Goiás; pelo professor Fernando Morgado, consultor, escritor e palestrante na área de comunicação.

Para o fim da tarde de 19 e 20 de julho, estão previstos workshops com experiências de comunicação que terão a participação do Tenente Pedro Aihara, do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, e do jornalista político Nilson Klava.

Trilhas temáticas
Além das conferências principais, o Muticom oferecerá trilhas temáticas a partir do tema central do evento. Os participantes poderão experimentar reflexões teóricas-práticas de Comunicação, Democracia e Responsabilidade Social. A escolha das trilhas será liberada em breve no site do evento e os participantes inscritos serão notificados pelo e-mail utilizado no ato da inscrição.

As inscrições podem ser feitas aqui.