Em Encontro de Novos Bispos da CNBB, Dom Francisco falou sobre acolhida que teve na Diocese de Ipameri

0
278

Dom Francisco Rodrigues do Rêgo, bispo eleito para a Diocese de Ipameri (GO) e ordenado no último domingo, 4 de agosto, considera ser motivo de graça para as Igrejas particulares de Uruaçu e Ipameri (GO) terem, respectivamente, ordenado e ganhado um novo bispo. Dom Francisco também ressalta a graça para a Igreja como um todo, “porque o bispo é ordenado para a Igreja, para o serviço, para ser seu primeiro servidor”.

Acolhida
O novo bispo conta que teve uma acolhida especial após a sua nomeação, em 15 de maio deste ano, durante retiro do clero de Ipameri. “Tive a alegria de poder conhecer e fui muito bem recebido, muito bem acolhido por todos os padres, tanto diocesanos, como religiosos que ali trabalham. Foi uma experiência muito bonita de acolhida, de eclesialidade, é como ‘aquele que é enviado por Deus e acolhido como realmente um enviado’, assim que me senti naquela experiência”, disse.

“Sabemos muito bem que na Igreja o povo não escolhe seus ministros, Deus que envia e eles são acolhidos com fé. Por isso, [a experiência] tem sido tão boa até aqui, tenho experimentado a graça desse acolhimento da Diocese de Ipameri. Inclusive na minha ordenação, muita gente se fez presente, não só da parte do clero, como do povo da nossa comunidade diocesana de Ipameri”, recordou Dom Francisco.