Regional Centro-Oeste avalia caminhada pastoral no ano de 2018

0
67

Pelo terceiro ano consecutivo, o Regional Centro-Oeste avaliou sua caminhada pastoral. Desta vez, o momento aconteceu no dia 16 de novembro, no Centro Pastoral Dom Fernando (CPDF), em Goiânia. Irmão Diego Joaquim, coordenador regional da Pastoral da Comunicação (Pascom) e membro da Comissão Permanente de Avaliação (CPA), conduziu o momento apresentando a síntese das respostas de 12 dioceses e 17 pastorais, movimentos e organismos. Um dos pontos positivos, neste ano, foi a maior participação das dioceses e pastorais no processo. Em 2017 foram enviados 28 questionários e recebidas 19 respostas.

A síntese, a partir das respostas, destacou que diversas atividades foram realizadas em 2018, especialmente para a formação das lideranças pastorais. A respeito dos avanços implementados pelas pastorais no regional, considerando as cinco urgências presentes nas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE), as respostas destacaram que há no regional uma busca pela missão permanente e pelo maior alcance da ação das pastorais para todas as dioceses.

Dom Marcony Vinícius, bispo auxiliar da Arquidiocese de Brasília, elogiou a avaliação anual e a dedicação da Comissão Permanente de Avaliação em realizar o trabalho. Ele, disse, no entanto, que é necessário ter cuidado com alguns erros do passado, para que a avalição anual possa ter mais eficácia. “É uma avaliação do que foi feito nas dioceses e não no regional. Mesmo que tenha sido feita uma caminhada em determinada diocese, o que fica são atividades pontuais das dioceses. Minha sugestão é que não tendo ano temático, nosso regional realize dois grandes eventos nos próximos quatro anos para serem vividos por todas as igrejas particulares”.

Padre Newton, da Diocese de São Luís de Montes Belos, comentou que o Congresso Regional da Pastoral Familiar, realizado em setembro, foi direcionado aos agentes da Pastoral Familiar e ressaltou que deveria ter sido focado também nas famílias. O sacerdote informou que na Diocese de São Luís foi realizada a XV Romaria Diocesana, no mês de agosto, evento inteiramente dedicado ao Ano do Laicato. “Foi um momento forte, inclusive de homenagem aos leigos falecidos que trabalharam em nossa diocese”.

Para o bispo auxiliar de Goiânia, Dom Moacir Silva Arantes, a realização do Congresso Regional da Pastoral Familiar alcançou seus objetivos, já que a proposta era atingir os agentes da pastoral para que depois, os participantes pudessem diluir as conclusões em suas dioceses de origem. “Nossa proposta foi dar o recado para que os agentes possam depois diluir o conteúdo em sua própria diocese. Essa referência é importante”, afirmou.

SAIBA MAIS, CLIQUE AQUI