Cientistas Católicos fundam Sociedade Brasileira durante Assembleia da CNBB

0
82

Durante a Assembleia da CNBB, é frequente que diversos grupos se reúnam para tratar de assuntos pertinentes às Comissões Pastorais da Igreja no Brasil. Neste contexto, a partir da Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação, foi realizada uma Assembleia que tratou da fundação da Sociedade Brasileira de Cientistas Católicos (SBCC), na noite de ontem (3), em Aparecida (SP).

O encontro contou com a participação de cientistas e pesquisadores católicos, sendo eles leigos ou sacerdotes, além de Pe. Danilo Pinto, assessor nacional da CNBB para o Setor Universidades, e Dom João Justino de Medeiros Silva, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação.

O objetivo da fundação da SBCC é reunir cientistas católicos, que podem ser pesquisadores de diversas áreas da Ciência (Exatas, Humanas ou Biológicas), e promover ações específicas no campo de ensino e pesquisa.

No amplo âmbito de atividades que serão exercidas pela Sociedade, se destacam as propostas de discussão de temas relacionados à Fé e Razão; de realização de pesquisa científica à luz da Doutrina Social da Igreja Católica; de apresentar um posicionamento oficial dos cientistas católicos diante de temas que permeiam a sociedade atual; de firmar parcerias com outras instituições católicas, de outras profissões religiosas e, até mesmo, com o governo.

Dom Justino conta que a fundação da Sociedade Brasileira de Cientistas Católicos é uma resposta a um pedido feito à Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação de que o Setor Universidades não trabalhasse apenas com os estudantes de graduação, mas que envolvesse também as demais pessoas presentes no âmbito acadêmico.

“Com a aproximação do Setor Universidades aos professores universitários, abriu-se uma perspectiva, à luz do documento da Congregação para a Educação Católica, sobre o ‘Humanismo Solidário’. Assim foi realizado o Congresso Brasileiro de Humanismo Solidário na Ciência, em outubro de 2018, na PUC-RJ. Então, como resposta concreta deste Congresso, aconteceu a criação da Sociedade Brasileira de Cientista Católicos”, explica o bispo.

Trabalho pastoral

Além dos sócios que, necessariamente, devem professar a fé católica e estar ligados ao campo de produção científica, a SBCC também será formada, dentre outros, por um Comitê Teológico Pastoral.

O grupo será liderado por Dom João Justino e composto por teólogos e pastoralistas que terão a função de garantir que as ações da Sociedade se mantenham dentro das normativas da Doutrina Católica e também de realizar um trabalho de pastoreio para com seus membros.

O Comitê também poderá solicitar temáticas de pesquisas para obter pareceres oficiais dos cientistas católicos do Brasil.

Durante a Assembleia em Aparecida (SP), foram realizadas a aprovação do estatuto e eleição da diretoria da sociedade, além de reflexões e alinhamentos sobre a identidade e missão da SBCC.

Como participar

Segundo Dom Justino, a Sociedade pretende “incluir e abrir espaço para a participação de professores, cientistas e estudiosos católicos de todo o Brasil”.

Para se tornar membro da SBCC e para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail: sociedade@humanismonaciencia.com.br