Diocese de Ipameri estuda aplicação da prioridade pastoral: “Construir uma cultura vocacional”

0
267

Reunidas no dia 16 de fevereiro, no Centro Diocesano de Formação Pastoral (CDFP) em Ipameri, as lideranças das pastorais, dos movimentos e dos organismos das paróquias, além de padres, religiosos e religiosas, participaram de uma formação assessorada pelo padre João César, coordenador diocesano da Pastoral Vocacional. O tema apresentado foi “Construir uma cultura vocacional que perpasse toda a Ação Eclesial de nossas paróquias, pastorais, movimentos, serviços e organismos eclesiais”, prioridade reassumida na X Assembleia Diocesana de Pastoral.

Em entrevista, padre João César explicou as motivações e objetivos do encontro de formação. “Essa formação diocesana é para esclarecer o que é essa cultura vocacional e quais os passos nós precisamos dar desde a evangelização, momentos de espiritualidade, os encontros a nível de diocese, região e de pastoral. Estamos com um projeto grande para podermos dar mais passos na construção de uma cultura vocacional na Diocese de Ipameri”, afirmou.

Durante sua exposição, padre João César destacou que para efetivar a prioridade pastoral é necessário percorrer alguns caminhos. Na paróquia, por exemplo, segundo ele, é importante a criação ou fortalecimento da Pastoral Vocacional; implantar o projeto Cada comunidade uma nova vocação; promover o evento Desperta, para catequizandos de Primeira Eucaristia, ainda no primeiro semestre; promover o quarto domingo do mês, que é vocacional; e a missão lançai as redes no fim do mês de junho e início de julho. Nas Regiões Pastorais, o foco é promover formação para catequistas; e o evento Desperta, em vários momentos, de modo misto e para coroinhas e acólitos e o DDA com os jovens (Deixa Deus Agir) na Região Sul. Por fim, em nível diocesano, as atividades contemplam o encontro de formação realizado no dia 16 de fevereiro; o Desperta de coroinhas e acólitos; o Dia Nacional da Juventude (DNJ); O Encontro Mensal de Acompanhamento Vocacional Masculino, para os rapazes discernirem acerca do ingresso no seminário da diocese.

Para o Administrador Diocesano de Ipameri, Pe. Orcalino Lopes da Silva, o encontro de formação foi muito produtivo e importante, uma vez que mostrou a dinamicidade da pastoral na diocese. “A partir dessa única prioridade de pastoral, nós percebemos uma Igreja dinâmica que continua vivenciando esse projeto de evangelização. Hoje foi um dia especial ainda porque a prioridade ‘Construir uma cultura vocacional’ chegou aos corações dos nossos leigos, padres, religiosos, religiosas, com o objetivo de dinamizar a criação da Pastoral Vocacional nas paróquias onde ainda não tem e assim formar realmente essa cultura vocacional que precisa ser inserida e valorizada dentro da pastoral de conjunto”, disse.

O coordenador diocesano de pastoral, Pe. Ivan Vieira dos Anjos, disse que os objetivos foram alcançados com o encontro de formação. “Agradecemos a participação de todos e esperamos que agora consigamos efetivar melhor as atividades da Pastoral Vocacional e de todo o trabalho em torno da prioridade em nossa diocese”.

Fernanda Pires, da Pastoral Vocacional da Paróquia São Francisco de Assis, de Catalão, voltou para casa motivada, após a formação, para trabalhar ainda mais pelas vocações em sua comunidade. “Temos a oportunidade de estar em uma paróquia em que a pastoral vocacional é ativa. Participar dessa reunião de hoje confirma muito das coisas que nós temos feito e que é acompanhado pela equipe diocesana. Ver a comunidade de Ipameri reunida para todos falarem sobre o mesmo assunto é motivador. O encontro foi muito formador, esclarecedor e prático porque estabeleceu metas, contato entre uma pastoral e a outra, entre uma prioridade diocesana e todos os serviços que perpassam aquilo que compõe a diocese. Então hoje saio muito satisfeita e feliz por esse momento ter acontecido”.

Ir. Rafaela Santos da Costa, da Congregação das Missionárias de Cristo, e que atua em missão no Povoado de Buritizinho, Paróquia Nossa Senhora da Piedade, em Orizona-GO, comentou estar satisfeita com o que ouviu sobre a Pastoral Vocacional. “O encontro de formação foi aquilo que nós realmente precisamos para a missão. Trabalhar hoje com a juventude é um desafio muito grande. O padre João César falou das quatro vocações (matrimonial, sacerdotal, religiosa e laical), sendo que a vocação matrimonial é o berço das vocações e isso vai contribuir muito, principalmente para nós que trabalhamos com a juventude, com idosos, com crianças e com a família em geral”.

Material

Projetos

Construir uma cultura vocacional

Passos para a animação vocacional